https://www.facebook.com/livrariasafra/

A Vida Secreta de Deus *

Código: 5BBAH8Q4P Marca:
2x de R$ 20,00
R$ 40,00
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 40,00 sem juros
    • 2x de R$ 20,00 sem juros
    • 3x de R$ 13,33 sem juros
    • 4x de R$ 10,75
    • 1x de R$ 40,00 sem juros
    • 2x de R$ 20,00 sem juros
  • R$ 40,00 Boleto Bancário
  • R$ 40,00 Mercado Pago
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Descrição

O quanto a nossa percepção de Deus realmente importa? Muitos de nós não têmconsciência da imagem que cultivamos de um “poder superior”. Para alguns, essa imagem é um Pai Severo ou um Velho Homem no Céu. Para outros, Deus é um Amigo imaginário que existe para resolver os problemas que criamos.
David Aaron pode ajudar você a alcançar uma compreensão nova e madura de Deus, conduzindo-o na descoberta de uma fonte de elevação Divina dentro de si. Fundamentando-se em ensinamentos da Cabalá que se mantiveram secretos por milênios, David Aaron o ajudará a recuperar o poder cedido a imagens negativas de Deus ou a imagens passivas de si mesmo. Esses segredos místicos do judaísmo podem oferecer orientação, significado e propósito à vida de pessoas de todas as fés.

Na jornada para descobrir a vida secreta de Deus, você irá:

• Acordar para o propósito mais profundo da sua vida.
• Aproveitar uma conexão mais profunda com o seu verdadeiro eu interior, com Deus e com as outras pessoas.
• Aprender a sentir o amor infinito de Deus por você.
• Elevar-se a novas alturas, lidar com desafios e fazer escolhas destemidas.
• Alcançar a verdadeira paz de espírito e se libertar da ansiedade. 

 David Aaron compartilha esses ensinamentos antigos e profundos em linguagem simples e cotidiana, com um toque de graça e humor. O livro é rico em casos e histórias pessoais, e seus exemplos do dia-a-dia nos ajudam a tocar o oculto poder transformador que ilumina os surpreendentes paradoxos do crescimento espiritual.

Despertados para experimentar uma conexão pessoal com Deus, podemos finalmente receber o Seu amor e descobrir a nossa verdadeira identidade, propósito Divino e felicidade.

Índice e trechos

Agradecimentos .......................................................  9
Introdução .......................................................... 13
1. Vivendo a vida secreta de Deus ........................... 17
2. A sua missão Divina ........................................... 45
3. Absolutamente você............................................ 65
4. A escolha é sua .................................................... 85
5. A história de amor Divina ................................... 107
6. Esconde-esconde ........................................... 129
7. Por que o grande segredo? ..................................... 149
8. Conhecer e ser conhecido .............................. 177
9. Servir, crescer, amar e conhecer ............................ 199

*   *   *

Excertos

Deus precisa de nós?

Quando eu era criança, pensava que Deus estava entediado e queria um bicho de estimação para brincar, já que, quando eu ficava entediado, me divertia com meu bicho de estimação/cobaia, colocando-o nos mais interessantes desafios envolvendo labirintos e obstáculos que eu fazia com cartolina. Então eu pensava que Deus fazia o mesmo, mas a cobaia era eu.
Muitos adultos hoje em dia têm uma ideia parecida sobre Deus e a Criação. Eles pensam que Deus voava no espaço sideral e, por alguma razão esquisita e espetacular, decidiu criar pessoas. Dizem que Deus não precisava criar a mim e a você, e que Ele não tem interesse em nós; apenas “sentiu vontade” de nos criar.
Tal perspectiva nos priva de qualquer valor Divino intrínseco. Priva-nos de qualquer sentido final. Comunica-nos que basicamente não podemos fazer nada por Deus, exceto talvez diverti-Lo em momentos de tédio; não temos nada de fundamental para contribuir. Nossa existência realmente não importa nem faz diferença para Deus.
Mas isso não é verdade. E uma vez que você entende a profundidade do que a Cabalá ensina, começa a perceber o quanto você é importante. Deus precisa de nós – ou, mais corretamente, Deus escolhe precisar de nós. Deus não precisa manifestar uma perfeição dinâmica, apesar de ser livre para fazê-lo. No entanto, uma vez que Deus escolhe manifestar essa possibilidade, então os imperfeitos você e eu – lutando neste mundo imperfeito no processo de aperfeiçoamento – somos necessários a Deus. É isso que a tradição judaica quer dizer quando ensina que o trabalho da humanidade é de elevada necessidade a Deus.
Dizem que felicidade é a certeza de ser necessário. Se você se sente completamente descartável e inútil, se pensa que ninguém precisa de você, não pode ser feliz. Os seres humanos precisam se sentir úteis.
A Cabalá revela que Deus escolhe precisar de nós. Nossa humanidade, imperfeição e luta em busca do aperfeiçoamento são coisas necessárias e significativas para Deus como parte do Seu desejo de Se manifestar e participar neste tipo de perfeição – “tornar-se perfeito”.

Por que Deus criou este mundo imperfeito?

Se Deus é perfeito, então por que criou um mundo tão imperfeito, cheio de pessoas imperfeitas?
O primeiro versículo do Livro de Gênesis nos diz: “No princípio, Deus criou os céus e a Terra. E a Terra era vã e vazia, e (havia) escuridão sobre a face do abismo...” Isso soa como se Deus tivesse feito um trabalho bem mal-acabado. No minuto em que Ele cria o mundo, este já fica em estado caótico.
A verdade, porém, é que Deus fez um trabalho perfeito. E o perfeito nisso é o caos! É o lugar perfeito para o crescimento. É o lugar perfeito para o desafio. É o cenário perfeito para o triunfo. É o palco perfeito para um drama cativante sobre aperfeiçoamento.
Se você luta contra o caos dentro de si e à sua volta e o transforma em ordem, está fazendo um ótimo serviço Divino. Se você reconhece suas imperfeições e as imperfeições deste mundo, trabalha duro e encara o desafio de corrigi-las, você é um veículo para a expressão da perfeição dinâmica de Deus.
Esta é a nossa importância humana. Esta é a nossa missão na Terra e o nosso serviço a Deus. Somos personagens humanos em um drama Divino.
 “Ninguém é perfeito” é exatamente o que há de tão perfeito em todo mundo. Mas isso é verdade apenas quando você usa as suas imperfeições como pontos de partida para o crescimento. Se esse não é o caso, você não faz parte do processo Divino e Deus não faz parte da sua vida. O próprio significado e o valor da sua existência são perdidos.
Este mundo foi feito para ser difícil, e a sua vida na Terra para ser uma luta repleta de aventura, desafio e vitória. Essa é a sua missão Divina se você está disposto a aceitá-la. E se você a aceita, terá o poder de ser bem-sucedido.
Por que Deus criou um mundo imperfeito cheio de pessoas imperfeitas? Porque a perfeição absoluta de Deus inclui a possibilidade da perfeição dinâmica – o aperfeiçoamento. Esse tipo de perfeição se manifesta através dos imperfeitos você e eu, lutando para melhorar a nós mesmos e a este mundo imperfeito, trabalhando duro rumo à perfeição.

Deus pode fracassar?

Se Deus é perfeito, falta a Ele a habilidade de fracassar, lutar e vencer? Você gostaria de uma vida sem a possibilidade de fracasso? Poderia mesmo ganhar se nunca pudesse perder? Gostaria de jogar futebol contra um time de crianças de cinco anos, sabendo que certamente você ganharia? Qual é a graça?
Queremos um jogo mais desafiador, em que sabemos que há chance de perder, mas mesmo assim lutamos até ganhar. Se não há a possibilidade de perder, então não há a de ganhar. O jogo não teria graça nem aventura.
Na verdade não existe jogo nenhum. Muitas vezes, jogadores voltam de uma partida machucados, mancando e ainda assim elogiando: “A partida foi ótima!”. Todos gostamos do desafio, da possibilidade de fracasso, da oportunidade de luta e do êxtase da vitória.
É possível que Deus não sinta isso? Não! Deus participa de tudo através de você e de mim. Deus criou o ser humano e colocou nesse ser imperfeito um aspecto do Divino  – a alma. A tradição judaica descreve metaforicamente a alma, o “verdadeiro eu”, como uma centelha de Deus.
Já me perguntei várias vezes: “O que a centelha do Deus perfeito está fazendo em um personagem imperfeito como eu, e em um mundo imperfeito como este?”
A Cabalá me deu a resposta. “Isto que é tão maravilhoso em você – você não é tão maravilhoso! E isto que é tão perfeito em você – você não é tão perfeito!” A aventura do ser humano é um veículo essencial para a expressão da perfeição dinâmica Divina. A perfeição absoluta de Deus inclui simultaneamente a possibilidade da perfeição e do aperfeiçoamento. A luz cerca o vácuo. Há um vácuo. Há vazio e falta. Há deficiência e colapso. Há problemas e caos. E por isso há uma oportunidade de mudança, luta, aventura, desafio, criatividade e empolgação. Esse é o excitante jogo da vida.
Não falta a Deus participação no fracasso, na luta e no sucesso, porque Ele colocou uma centelha de sua Divindade no ser humano – um personagem imperfeito vivendo neste mundo difícil e desafiador. Deus mora neste mundo e compartilha o desafio e a aventura de se aperfeiçoar através de você e de mim.
Isso não significa que somos Deus. Mas quer dizer que somos um aspecto de Deus – você e eu somos centelhas de Deus. E disso temos sempre de nos lembrar – embora Deus se manifeste dentro de nós, Ele continua a estar além de nós.
 

Prefácio

INTRODUÇÃO

Quando eu era criança, tinha um relacionamento muito intenso com Deus. Ou eu pensava que era assim. Lembro-me das muitas vezes em que fazia acordos com Ele. Sabia que tudo tinha o “dedo Dele” e que Ele podia fazer o que quisesse. Isso significava que eu precisava Dele ao meu lado. 

 O engraçado é que desenvolvi minha relação com Deus sentado no banheiro. Por favor, deixe-me explicar.
Sempre que meus pais saíam de casa, eu começava a me preocupar. Nas primeiras horas, sentia-me apenas um pouco tenso, mas depois de um tempo, quando achava que eles já deviam estar em casa, eu ficava muito nervoso. Minha barriga doía e eu sentia uma vontade súbita de ir ao banheiro. Era naquele momento e naquele lugar que eu desabafava com Deus. Eu rezava para que Ele trouxesse meus pais de volta em segurança, e prometia que, em troca, eu seria o melhor menino do mundo. Toda vez eu assumia o compromisso de fazer uma boa ação.

 O mais impressionante é que meus pais chegavam logo em seguida. Parece que isso confirmava que o banheiro era um lugar muito especial para encontrar Deus. Eu acreditava que, para mim, o banheiro era o santuário onde Deus escutava minhas orações. Outros iam à sinagoga ou à igreja, mas Deus e eu tínhamos um local especial de reunião no banheiro.

 Às vezes, quando depois de alguns segundos meus pais chegavam em casa, sentia que Deus havia me manipulado. Eu pensava comigo mesmo (mas sabia que Ele lia meus pensamentos): “Você sabia o tempo todo que meus pais estavam para chegar e os ficou segurando. Você armou para cima de mim para conseguir o melhor negócio.”
A negociação era grande parte do meu diálogo com Deus, da infância até a adolescência. Mas finalmente eu não aguentava mais viver amedrontado e com o sentimento constante de que, para conseguir qualquer coisa de Deus, sempre era preciso alguma forma de autossacrifício.

 Então, um dia, eu finalmente tive a coragem de negar Deus. Mas mesmo quando parei de acreditar em Deus, continuava a temê-Lo.

 Muitas vezes nossa felicidade, confiança e crescimento espiritual são sufocados pela percepção que temos de Deus. Muitos ainda vivem com o seu Deus da infância e precisam se livrar dessa sombra opressora. O remédio para esse problema é confrontar com maturidade a nossa verdadeira identidade e a verdadeira identidade de Deus. 

 A simples leitura da Bíblia nos faz ver toda a história? Ou há um lado secreto de Deus e da humanidade que colocará tudo em perspectiva?

 É disso que trata este livro. Você deve estar se perguntando quem sou eu para falar sobre a vida secreta de Deus. Como sei o que ela é?

 Nos últimos 25 anos, tenho pesquisado essa questão. Não o fiz para escrever este livro, mas para me curar de teofobia – para libertar minha alma de um profundo medo de Deus e encontrar esclarecimento pessoal e felicidade. No fundo, sabia que lidava com uma Divindade criada à minha própria imagem, nascida de meus medos e inseguranças. Resolvi buscar a fonte que responderia às minhas perguntas sobre quem é Deus e por que eu existo. Eu precisava de um livro intitulado “Tudo o que você sempre quis saber sobre Deus e si mesmo mas tinha medo de perguntar”.

 Em minha procura não encontrei um livro assim, mas algo melhor – uma tradição inteira que trata completamente dessa questão – a Cabalá. 

 A Cabalá é a interpretação mística da Torá, que incorpora os ensinamentos do profeta Moisés. É uma tradição que consiste na sabedoria antiga que revela a história por trás de Deus e da humanidade criada à imagem Divina. Ela expõe a vida secreta de Deus e o nosso propósito fundamental na Terra. E oferece respostas profundas a questões como:

 • Por que um Deus perfeito criou um ser tão imperfeito como eu?
• Se Deus é tão bom, por que este mundo é tão ruim?
• Se Deus é tão bom, por que há tanto sofrimento no mundo?
• Por que coisas ruins acontecem às pessoas boas?
• Por que eu existo?
• O que Deus quer de mim?
• Posso um dia ser suficientemente bom?
• Deus precisa de mim?
• Que diferença fazem as minhas escolhas?
• Sou livre ou a vida é predeterminada?
• Se Deus é todo-poderoso, então por que Ele quer que eu O sirva?
• Por que nos referimos a Deus como “Ele”? Por que Deus não pode ser do sexo feminino?
• O que aconteceu com todos os milagres?

 Para responder a algumas dessas perguntas é preciso apenas um capítulo. Para outras, uma vida inteira.
As respostas deste livro não são minhas. Estou apenas traduzindo os segredos da Cabalá para uma linguagem que qualquer um pode entender. Tudo o que quero é compartilhar o alívio incrível que senti quando descobri que Deus não é quem eu pensava que fosse. E quero dividir a maravilhosa alegria de conhecer quem realmente somos.
Espero que, ao final deste livro, você não tenha apenas respostas, mas que tenha vislumbrado o rico tesouro de sabedoria que poderá guiá-lo diretamente à Fonte de toda vida, amor e felicidade.

 Na tradição judaica, o nome essencial de Deus é o Tetragrama (do grego “quatro letras”) – transliterado do hebraico como Y/H/V/H (Iud, He, Vav, He). Como lembrança de que Deus está além do alcance humano, esse nome nunca é pronunciado, nem mesmo nas rezas. A prática comum, quando falamos coloquialmente esse nome, é usar o termo hebraico Hashem, que literalmente significa “o Nome”. É isso que faço em minha vida pessoal, e é essa a abordagem que tive em meus dois livros anteriores, “Luz Infinita” e “Enxergando Deus”. Mas para os propósitos deste livro – porque estamos tratando de mal-entendidos comuns sobre Deus, senti que seria necessário usar a palavra “Deus” para conseguir redefini-la e limpar muita da bagagem que ela representa às pessoas. E para evitar as distorções do inglês, com relutância aceitei usar o pronome “Ele”, muito embora (como veremos no capítulo 5) isso possa ser bastante enganador, além de não nos fornecer a completa verdade sobre Deus.

 O subtítulo deste livro aponta para o fato de que somos todos agentes secretos na vida secreta de Deus. De fato, a vida secreta de Deus é tão secreta que se faz secreta para a maioria de nós que, na verdade, a estamos vivendo.
Mas não precisa ser assim...

Produtos relacionados

2x de R$ 20,00
R$ 40,00
Comprar Estoque: Disponível
Sobre a loja

Rua Barata Ribeiro, 489 (CIB), Copacabana - Rio de Janeiro - RJ / Horários de atendimento: de 2ª a 5ª das 9 às 16 horas, 6ª (e vésperas de feriados judaicos) das 9 às 15 horas

Pague com
  • PayPal
  • Mercado Pago
  • Pagamento na Entrega
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Safra Comércio Varejista e Atacadista de Livros LTDA - ME - CNPJ: 29.057.711/0001-84 © Todos os direitos reservados. 2018

https://www.facebook.com/livrariasafra/