Mishná em hebraico e português - Ordem NEZIKIN - Tratado Avot

Código: LG4DT5U4C Marca:
R$ 100,00
até 3x de R$ 33,33 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 100,00 sem juros
    • 2x de R$ 50,00 sem juros
    • 3x de R$ 33,33 sem juros
    • 4x de R$ 26,89
    • 5x de R$ 21,82
    • 6x de R$ 18,45
    • 7x de R$ 16,04
    • 8x de R$ 14,23
    • 9x de R$ 12,83
    • 10x de R$ 11,71
    • 11x de R$ 10,80
    • 12x de R$ 10,04
    • 1x de R$ 100,00 sem juros
    • 2x de R$ 52,26
    • 3x de R$ 35,35
    • 4x de R$ 26,90
    • 5x de R$ 21,83
    • 6x de R$ 18,45
    • 7x de R$ 16,04
    • 8x de R$ 14,24
    • 9x de R$ 12,84
    • 10x de R$ 11,72
    • 11x de R$ 10,80
    • 12x de R$ 10,04
  • R$ 100,00 Boleto Bancário
  • R$ 100,00 Entrega
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Edição bilíngue (hebraico e português) no formato 14x21 cm e encadernação de luxo de cada um dos tratados da Ordem Nezikin (Prejuízos), que trata das leis referentes a negociações financeiras, ao pagamento de danos causados, a disputas judiciárias etc. Ver abaixo a relação dos tratados. Para adquiri-los de forma avulsa, clique na janela de opções abaixo e escolha um livro de cada vez. Os preços variam de livro para livro.

 

Mishná - TRATADO AVOT

O Tratado Avot é único entre os Tratados da Mishná por não abordar decisões haláchicas. Ele é composto por uma coleção de ensinamentos dos Tanaim sobre midot (traços de caráter) e Serviço Divino adequado, incluindo muitas orientações sobre a conduta correta, tanto nas relações entre a pessoa e Deus, quanto nas interpessoais. Esse Tratado é um guia prático que instrui e inspira a pessoa a aperfeiçoar as suas midot (os seus traços de caráter) e sua conduta, para que ela possa cumprir seu propósito na Criação - ou seja, alcançar a perfeição espiritual.

O Tratado Avot tem um valor especial para quem procura subir os degraus da escada espiritual, como pode ser visto na opinião de Rava em Baba Kama (30a), que aconselha alguém que deseja atingir o nível de piedade exigido pela Torá a aderir aos ensinamentos do Tratado Avot. Meiri (Introdução de Avot) explica que isso ocorre porque toda característica ou traço de caráter benéfico ao Homem está incluído nesse Tratado. Da mesma forma, a Mishná aborda aqui muitos princípios fundamentais relacionados à fé (veja também Maguen AvotIntrodução; RambamIntrodução aos Shmone Perakim).

Embora Avot lide, principalmente, com questões de conduta ética e comportamento adequado, ele é parte integrante da Torá Oral e indivisível do resto da Mishná; os ensinamentos e conselhos dados pelos Tanaim em Avot têm suas fontes nas palavras da Torá e na dos profetas, bem como em lições aprendidas com as mitsvot da Torá. Essa é uma das razões pelas quais Avot começa traçando os elos da transmissão da Torá de Moshé Rabeinu até os Tanaim. A Mishná deseja enfatizar que todos os ditos e ensinamentos encontrados aqui são baseados na sabedoria da Torá, que foi recebida por Moshé de Deus, no Monte Sinai.

O Nome Avot

Muitas explicações são dadas sobre o motivo pelo qual o Tratado é chamado Avot, que significa, literalmente, pais. Uma explicação é que o nome Avot se refere aos grandes Sábios que formam a cadeia de transmissão da Torá de Moshé, através de Rabi Iehudá Hanassi, que compilou a Mishná. Como líderes da Torá e guardiões de nossa tradição, eles são nossos pais espirituais (Machzor VitriMaguen AvotRashbam, citado por Midrash Shmuel).

Como alternativa, o termo Avot significa "categorias principais" (veja Baba Kama 2a). Ou seja, os mais importantes princípios do comportamento ético humano são todos encontrados nesse Tratado; todos os outros ensinamentos morais, sejam eles encontrados na Torá ou em obras filosóficas, são meramente subcategorias, que podem ser extraídos das declarações dos Sábios registradas neste Tratado (Midrash Shmuel).

Por que o Tratado Avot está no Seder Nezikin

Rambam (Introdução à Mishná, encontrada no início de Seder Zeraim) oferece duas razões para colocar Avot dentro do Seder Nezikin da Mishná, que é dedicado principalmente às leis civis da Torá. A primeira razão é que isso foi feito para manter a honra dos grandes Rabinos de cada geração, que presidiam os tribunais. Uma pessoa pode questionar a aptidão e a dignidade dos Rabinos de sua geração para emitir decisões haláchicas nos tribunais. Rebi, portanto, colocou esse Tratado, que marca o trilho de transmissão da Torá, no Seder Nezikin, para enfatizar que os líderes da Torá de cada geração formam um elo na cadeia contínua que remonta à entrega da Torá por Deus, no Monte Sinai. Como tal, eles são dignos do nosso respeito e não devem ter sua honra posta em dúvida. 

A segunda razão pela qual o Tratado Avot foi colocado no mesmo Seder que o Tratado San'hedrin, que trata das leis dos juízes e da justiça, é que, embora os ensinamentos morais e éticos de Avot sejam universalmente aplicáveis, eles são especialmente críticos e importantes para os juízes. Os juízes que não têm compaixão e zelo pela justiça podem ser a causa de danos infinitos. De fato, o primeiro ensinamento em Avot é dirigido especificamente aos juízes: sejam pacientes no julgamento. Da mesma forma, muitos dos ensinamentos em Avot se referem explicitamente às questões de julgamento, enquanto muitos outros, que ensinam que é preciso resistir à tentação e não buscar riqueza, são importantes para garantir que um juiz seja imparcial e que ele se comporte de maneira adequada à sua posição.

O costume de estudar Avot nas tardes de Shabat

O costume de estudar um capítulo semanal de Avot nas tardes de Shabat começou nos tempos dos Gueonim. É mencionado no Sidur Rav Amram, do século 9, que esse era o costume das grandes academias de estudo da Babilônia. Em muitas comunidades, é recitado apenas durante as semanas entre Pessach e Shavuot, durante o período de Sefirá, como uma preparação para o recebimento da Torá. [Por esse motivo, o sexto Capítulo, uma coleção de Braitot, dedicada exclusivamente ao tema do estudo da Torá, foi anexada ao Tratado, para ser lida no Shabat imediatamente anterior a Shavuot]. Além disso, o período de Sefirá é considerado um tempo de julgamento, como fica evidente pelas mortes dos muitos estudantes de Rabi Akiva, no período entre Pessach e Shavuot. Portanto, deve-se tentar aperfeiçoar o caráter e procurar adquirir temor aos Céus, como um meio de proteção contra a cólera Divina (Midrash Shmuel).

Hoje em dia, há o costume de continuar a recitação de Avot até Rosh Hashaná, para que as longas tardes de Shabat no verão (no Hemisfério Norte) sejam preenchidas com Torá. Outro motivo para escolher a temporada de verão para este estudo é que o clima agradável tende a estimular os desejos do Homem; o estudo de Avot ajuda a controlá-los e direcioná-los na direção correta (veja Midrash Shmuel; veja mais em AbudarhamTefilot haPessach).

Comentários

Não há Guemará em Avot, nem Bavli ou Ierushalmi, nem há as coleções típicas de Braitot conhecidas como Tossefta. No entanto, o Tratado Avot é "abençoado" com, literalmente, centenas de comentários. Para esta edição, adotamos o comentário de Rav como a principal fonte de explicações, ainda que tenhamos nos apoiado bastante nos comentários dos principais Rishonim - RashiRambam e Rabeinu Ioná - que estão impressos juntos na edição Vilna desse Tratado. Também incorporamos materiais de outros comentários que aparecem nas edições regulares das Mishnaiot, como Tossafot Iom TovBiurei haGraMeléchet Shlomo e Tiféret Israel.

R$ 100,00
até 3x de R$ 33,33 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
Sobre a loja

Horários da loja: Segunda à quinta-feira / 08h00 às 17h30 / sexta-feira de 8h00 às 16h00 / Feriados Judaicos não funcionaremos! Novo endereço, Próximo ao Porto de Vitória. Av. Getúlio Vargas, 247 - Centro, Vitória - ES, 29018-075 Sala 601 - Sind Arrumadores Portuários CNPJ: 29.057.711/0001-84 Safra livraria e editora.

Pague com
  • PagHiper
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Safra Comércio Varejista e Atacadista de Livros LTDA - ME - CNPJ: 29.057.711/0001-84 © Todos os direitos reservados. 2021